I2P

7 F Y
Olá pessoal… passei mais um longo tempo sem postar, mas não foi por falta de vontade, foi falta de tempo mesmo. Assim que voltei da Imagine Cup, comecei a resolver algumas coisas, ministrei os cursos de Pacote Web e C# Básico oferecidos pelo CITi (empresa júnior do Cin) e logo depois a Proativa se classificou para a competição I2P, Ideas to Products, coordenada pela FGV.
Viajei para São Paulo dia 24 de agosto, para participar do Tech Ed. O evento foi muito bom, palestras de ótimo nível sobre as prinicipais tecnologias da Microsoft que estão no mercado ou na agulha para serem lançadas. Pelo que as pessoas que foran no ano passado disseram, o nível das palestras foi muito superior ao do ano passado. Além disso, foi uma ótima oportunidade de fazer networking e também de se divertir.
Passado este tempo, ficamos em São Paulo mesmo, nos preparando para o I2P. Eu, Lucas e João Paulo trabalhamos nos slides, tomando como base o que apresentamos na Imagine Cup. Eduardo Sonnino se juntou ao nosso grupo e fez um ótimo trabalho ao redesenhar nossa interface e mudar o desing de nossa apresentação.
Nos últimos 3 dias aconteceu a competição. Apesar de não termos avançado para as semi-finais, eu avalio a experiência como excepcional. No primeiro dia, em uma apresentação de feedback, os juizes e amigos nossos fizeram críticas, perguntas e dicas que não teriam surgido em uma competição mais técnica como foi o Interoperability Award na Imagine Cup. Hoje, após a final, tivemos uma ótima conversa com Augusto Camargo, que foi um dos jurados, e nos mostrou alguns pontos que devemos observar, tanto ao levar o ProLearning para uma competição como o I2P como para pensarmos quando formos de fato transformá-lo num produto.
Esta competição também nos trouxe uma “lição de vida” nas palavras de João Paulo… Um grupo da UFPR que estava em nossa chave, no dia da apresentação de feedback, fez uma apresentação completamente científica, que ninguém entendeu nada. Os juizes criticaram muito, e acredito que elas passaram o dia todo criando outra apresentação, mais adequada à competição, que no dia da apresentação para valer ficou muito boa, e as fez chegar ao 2º Lugar na competição… Parabéns meninas, vcs detonaram!
Enfim, agora é processar direitinho as opiniões dadas por todos, juizes, amigos (valeu Carla e Helô!) e outros competidores que conhecemos durante o I2P, e ver o que podemos aproveitar e usar para melhorar o nosso ProLearning.
Até a próxima!

Olá pessoal… passei mais um longo tempo sem postar, mas não foi por falta de vontade, foi falta de tempo mesmo. Assim que voltei da Imagine Cup, comecei a resolver algumas coisas, ministrei os cursos de Pacote Web e C# Básico oferecidos pelo CITi (empresa júnior do Cin) e logo depois a Proativa se classificou para a competição I2P, Ideas to Products, coordenada pela FGV.

Viajei para São Paulo dia 24 de agosto, para participar do Tech Ed. O evento foi muito bom, palestras de ótimo nível sobre as prinicipais tecnologias da Microsoft que estão no mercado ou na agulha para serem lançadas. Pelo que as pessoas que foran no ano passado disseram, o nível das palestras foi muito superior ao do ano passado. Além disso, foi uma ótima oportunidade de fazer networking e também de se divertir.

Passado este tempo, ficamos em São Paulo mesmo, nos preparando para o I2P. Eu, Lucas e João Paulo trabalhamos nos slides, tomando como base o que apresentamos na Imagine Cup. Eduardo Sonnino se juntou ao nosso grupo e fez um ótimo trabalho ao redesenhar nossa interface e mudar o desing de nossa apresentação.

Nos últimos 3 dias aconteceu a competição. Apesar de não termos avançado para as semi-finais, eu avalio a experiência como excepcional. No primeiro dia, em uma apresentação de feedback, os juizes e amigos nossos fizeram críticas, perguntas e dicas que não teriam surgido em uma competição mais técnica como foi o Interoperability Award na Imagine Cup. Hoje, após a final, tivemos uma ótima conversa com Augusto Camargo, que foi um dos jurados, e nos mostrou alguns pontos que devemos observar, tanto ao levar o ProLearning para uma competição como o I2P como para pensarmos quando formos de fato transformá-lo num produto.

Esta competição também nos trouxe uma “lição de vida” nas palavras de João Paulo… Um grupo da UFPR que estava em nossa chave, no dia da apresentação de feedback, fez uma apresentação completamente científica, que ninguém entendeu nada. Os juizes criticaram muito, e acredito que elas passaram o dia todo criando outra apresentação, mais adequada à competição, que no dia da apresentação para valer ficou muito boa, e as fez chegar ao 2º Lugar na competição… Parabéns meninas, vcs detonaram!

Enfim, agora é processar direitinho as opiniões dadas por todos, juizes, amigos (valeu Carla e Helô!) e outros competidores que conhecemos durante o I2P, e ver o que podemos aproveitar e usar para melhorar o nosso ProLearning.

Até a próxima!

Anúncios